Novo Peugeot 208 com motor 1.2

IMG_8999Um dos lançamentos mais falados no último mês é o do Peugeot 208 1.2 como motor de 3 cilindros. E não é para menos, pois a Peugeot o anuncia como nada mais nada menos o carro mais econômico do Brasil em sua categoria.

Seu lançamento, no mínimo, lançou algumas dúvidas no ar já que ele veio substituir o modelo com motor 1.5. Será que o motor com apenas 1.199 cm³ seria bom o suficiente para substituir o anterior, que possui 1.449 cm³?

IMG_9000.JPGMas ao comparar-se os dados das fichas-técnicas observa-se que as perdas de potência e torque não foram tão grandes assim. No site Carros na Web é possível encontrar as fichas-técnicas dos dois modelos; foi de lá que tirei os números. O modelo com motor 1.5 possui 89 cv a 5.500 RPM quando abastecido com gasolina e  13,5 kgfm de torque a 3.000 RPM. Já o motor 1.2, usando também a gasolina como combustível oferece 84 cv a 5.750 RPM e 12,2 kgfm  a 2.750 RPM. Não foram perdas tão significativas e para compensar, o torque máximo aparece em rotações mais baixas.

Mas por que resolvi escrever sobre esse carro? Porque tive a oportunidade de ficar um fim de semana com esse modelo, que me foi cedido a título de empréstimo pela concessionária Champion Peugeot, aqui de Brasília. É um serviço diferenciado que a concessionária oferece a seus clientes em potencial. Aliás, esse é um serviço que outras concessionárias deveriam copiar. Convenhamos, um pequeno test drive feito em uns poucos quarteirões não dá para avaliar carro algum.

Assim, com o carro por um fim de semana todo, é possível avaliar melhor se o carro serve ou não para a família. No meu caso, particularmente, concluí que o 208 atende sim às necessidades da minha família. Apesar de pequeno, é confortável e bem acabado. Sem falar que o design dos carros da Peugeot é muito bonito. É assim desde o 206.

O IMG_8980modelo que me foi emprestado é o Allure. Não sou muito familiar com as designações de versões da Peugeot, mas se não me engano, essa versão é a intermediária, pois fica acima da Active e abaixo da Griffé.

Mas mesmo sendo a intermediária, a unidade por mim avaliada já era muito bem equipada, vindo inclusive com o charmoso teto panorâmico.

IMG_8988

Painel central – central multimídia com tela de 7 polegadas e ar-condicionado digital dual zone.

 Em termos de equipamentos de série, o 208 Allure faz inveja em muitos carros ditos de categoria superior. A unidade que me foi emprestada vinha de série com faróis e lanternas de neblina, vidros elétricos nas quatro portas, retrovisores externos com controle elétrico, central multimídia com uma boa tela (acho que é de 7 polegadas), limitador e controlador de velocidade, entradas auxiliar e USB, ar-condicionado digital dual zone, e contava ainda com um muito útil repetidor digital do velocímetro.

O carro possui computador de bordo com duas marcações. Além de ter essas informações no painel do carro você também pode tê-las na tela da central multimídia. E você ainda pode baixar um aplicativo específico da Peugeot e ter essas mesmas informações na tela do seu smartphone!

Como o carro foi entregue sem o manual do proprietário, não tomei conhecimento de

IMG_8995

controles elétricos de vidros e retrovisores

todos os equipamentos. Notei, por exemplo, que na alavanca que aciona a seta e o farol alto existe um botão que não consegui descobrir para que serve, pois mesmo pressionando-o várias vezes não notei nenhuma modificação no painel; nenhuma luz se acendeu ou apagou.

Impressões ao dirigir

Em matéria anterior, sobre o Nissan Versa, eu havia dito que beleza é relativa. O que é feio para mim, pode não o ser para outras pessoas. Mas creio que em se tratando do Peugeot 208 não há grandes controvérsias no quesito beleza. Ele é um carrinho bonito e charmoso. E por dentro é muito bem acabado. Por exemplo, ele é bem mais agradável internamente do que os carros Logan/Sandero, que mesmo em suas versões Dynamique apresentam plásticos de aparência pior do que os apresentados no Peugeot 208. E tanto Logan/Sandero quanto Peugeot 208 estão na mesma faixa de preço. Ah, sem falar que o 208 possui tanto encosto de cabeça quanto cinto de 3 pontos para todos os ocupantes do banco traseiro, coisa que a dupla Logan/Sandero não oferece, nem na versão Dynamique.

IMG_8989Não é muito difícil achar uma boa posição para dirigir neste carro. O banco possui regulagem de altura, mas a regulagem do encosto não é do tipo milimétrica, mas sim, por posições pré-definidas. Em contrapartida o volante – que é pequeno e de excelente empunhadura – possui regulagens de altura e de profundidade. Mas como nem tudo são flores, os assentos dianteiros eu os achei muito estreitos. Bom, pra contextualizar, eu sou baixinho e magro, então para mim, os bancos me acomodaram muito bem. Mas se você é do tipo “parrudo” que tem mais de 1,80 m  e pesa mais de 90 kg…..pode não se sentir tão confortável no carro. Aí é uma questão de ir conhecer o carro e ver como você se sente dentro dele. Pode ser uma impressão errada minha.

IMG_9006.JPGQuando abre-se a porta do Peugeot 208 logo de cara nota-se o bom nível de acabamento, mesmo com a quantidade enorme de plástico usada. Mesmo não sendo um plástico emborrachado, a aparência geral é muito boa. O painel é completo e possui tudo que nós, motoristas comuns, precisamos no dia-a-dia: velocímetro e conta-giros são analógicos, mas o primeiro possui um repetidor digital no centro do painel, o que ajuda muito; marcadores de temperatura e de nível de combustível são digitais, mas esqueça aquelas barrinhas “sem vergonha” que alguns modelos trazem; os do Peugeot são bonitos e casam muito bem com o painel, que tem uma ótima iluminação, e parece ainda mais bonito a noite.

O volante é outro destaque. É pequeno e tem a base achatada, tornando a condução do veículo ainda mais agradável. Detalhe: a direção é elétrica, levíssima em manobras mas firme em velocidades mais elevadas. Ele traz ainda os controles do rádio e te permite atender ao telefone.

IMG_9008.JPG

Encosto de cabeça e cinto de 3 pontos para os três ocupantes do banco traseiro.

Uma vez encontrada a posição ideal de condução tem-se uma sensação de conforto dentro do carro. A visibilidade dianteira e para os lados é ótima, mas para trás é limitada; nada de mais se você estiver apensas com dois passageiros, mas um terceiro passageiro no meio já complicaria sua visão. Mas também não nos esqueçamos de que estamos avaliando um carro compacto e tipicamente urbano. Essa é sua vocação.

 

 O ar-condicionado, cujos controles são digitais, é bem eficiente. Talvez por conta da cabine pequena, mas no período em que fiquei com o carro não tive nada a reclamar. Era só selecionar a temperatura desejada e rapidinho a cabine estava em uma temperatura bem agradável.

Na unidade avaliada eu senti falta de um GPS. E acabei descobrindo que nem todos IMG_9001.JPGaparelhos celulares permitem o chamado “espelhamento”. Esse recurso permite que você reproduza a tela do seu celular na tela da central multimídia,  dessa forma você pode utilizar – por exemplo – o Waze que você tem instalado no telefone. Mas isso seria capaz de me fazer mudar de ideia com relação à compra do carro? De jeito nenhum.

Em condução

Ao dar-se a partida no carro nota-se de cara um barulhinho diferente e característico: são os 3 cilindros do carro, ao invés de 4.

O carro possui um isolamento acústico muito bom internamente, tanto que mal se ouve o ruído do carro em marcha lenta. De fora do carro é um pouco diferente. O barulhinho dos 3 cilindros funcionando é bem diferente do que estamos habituados. É um ruído bem característico.

IMG_8986.JPG

Teto panorâmico: contribui para o conforto geral, mas eu preferia um teto solar.

Mas uma vez devidamente acomodado no banco do motorista, vamos dar a partida! Gira-se a chave até as luzes do painel acenderem-se. Os ponteiros do velocímetro e conta giros vão até o final do curso indicando que estão em perfeito funcionamento. Os marcadores de temperatura e combustível também iluminam-se até o final para depois voltarem à posição original, indicando as corretas marcações de combustível e temperatura. Gira-se a chave e o motor prontamente responde e logo permanece em sua rotação de marcha lenta, que pude deduzir ficar pouca coisa acima das 900 RPM.

A embreagem é macia e o câmbio, mesmo sendo bom, não é como o de um VW, que possui engates curtos e precisos. De qualquer forma, os engates desse Peugeot 208 são bem melhores do que aqueles proporcionados por um Fiat, por exemplo. Os engates do 208 sãoIMG_8992.JPG justos, mas se eu fosse você não tentaria fazer trocas de marchas muito rápidas. Volto a lembrar que essa versão 1.2 não tem a menor pretensão esportiva, o que pode justificar esse comportamento do câmbio.

Mesmo sendo um motorzinho 1.2, eu me surpreendi com esse carro. Habituado a dirigir um Civic 1.8 com 140 cv no meu dia a dia, fiquei surpreso (positivamente) com esse pequeno carro e seus 84 cavalos de potência e 12,2 kgfm de torque. Em todas as situações que enfrentei no trânsito urbano – e com ar-condicionado ligado – esse carro me proporcionou arrancadas rápidas de modo que rapidamente eu alcançasse a velocidade da via.

Um ponto no qual o Peugeot 208 merece elogio: ele traz tanto  o limitador de velocidade

IMG_9004.JPG

Teto panorâmico – sem dúvida um diferencial.

quanto o controlador de velocidade. Explico. O limitador de velocidade impede que você ultrapasse uma velocidade pré-programada por mais que você acelere. Já o controlador de velocidade – comumente chamado de piloto automático – mantém a velocidade escolhida pelo motorista independentemente de subida ou descida, só desarmando quando se pisa no freio ou na embreagem.

Só não gostei de como se aciona esse dispositivo. Ele fica em uma pequena alavanca junto ao volante, do lado esquerdo e logo abaixo dos comandos da seta. Como não dispunha do manual, tive de

IMG_9005

Pneus 195/60 R 15

aprender na prática a manuseá-lo. Mas verdade seja dita, uma vez aprendido como funciona não é difícil operá-lo. E cá pra nós, com nossas ruas cada vez mais recheadas de radares, um equipamento desses é muito importante. Até porque, o pequeno 208 com seu motor 1.2 atinge rapidamente velocidades  próximas de 80 km/h ou mesmo superiores. E uma outra coisa: o ronco do motor. É bem gostosinho o ronco que o motor proporciona acima de 3500 RPM.

Um acessório interessante que esse modelo traz é um indicador de troca de marchas. Pude notar que ele atua com rotações próximas de 3 mil RPM. Toda vez que o motor se aproxima dessa rotação ele mostra, por exemplo ↑2 – indicando que você deve subir para a segunda marcha, ou ↓3 – que você deve reduzir para a terceira marcha; tudo isso para contribuir com os melhores índices de consumo. Muito útil sim senhor!

Mas e o consumo de combustível?

Ele é anunciado como o carro mais econômico do Brasil em sua categoria. Vai ser uma briga interessante, já que o Citroën C3 compartilha o mesmo motor. Aí será uma questão de acerto fino de um modelo ou de outro. Eu ainda aposto no 208 por conta da menor área frontal. O C3 me parece maior e mais pesado, ao passo que o 208 parece ter uma melhor aerodinâmica.

No período que estive com o carro pude notar que ele é realmente bem econômico. Uma coisa é certa: o ar-condicionado foi utilizado em 100% do tempo. E nesse período ele passou por 3 motoristas diferentes, com 3 estilos de condução diferentes.  E ainda assim, o computador de bordo do Peugeot 208 marcava 13,5 km/l em uso urbano. Infelizmente não tive tempo de avaliá-lo em percurso rodoviário. Se você procura um carro econômico, ágil, confortável e bonito…. considere o 208 como uma opção.

IMG_9028Como eu disse anteriormente, o 208 é um carro compacto.  Embora homologado para 5 passageiros, não sei não…. um quinto passageiro pode ficar um tanto apertado. A foto ao lado serve para ilustrar. Nessa situação eu ajustei o banco do motorista totalmente à retaguarda e sentei-me logo atras. Eu tenho 1,63m de altura, portanto, sou bem pequeno. Mas observem que mesmo com o meu tamanho e o banco do motorista totalmente recuado não sobra muito espaço. Agora imaginem uma pessoa com 1,80m ou mais. Para um deslocamento urbano, tudo bem…. uma viagem curtinha, ainda vai…. 3 horas de viagem? Não. Alguém será sacrificado. Ou o motorista que sentirá um joelho em suas costas…  ou o passageiro de trás que ficará encolhido.

IMG_9018

Observe que nessa simulação ao lado, o 208 conseguiria carregar 3 malas: 1 mala média (63 cm x 38 cm x 20 cm) e duas pequenas (50 cm x 34 cm x 16 cm). Pelos meus cálculos ele conseguiria carregar 5 malas: 1 média e 4 pequenas.

Ou seja, para aquela viagem de fim de semana ou feriado prolongado o 208 atende perfeitamente. Mas se você e sua família são daquele tipo que quando viajam levam tudo que precisam e mais um pouco, talvez aí o 208 possa não te atender. Volto a lembrar: não se esqueça que o perfil do 208 é o de um carro urbano compacto para 4 pessoas, que pode atender para pequenas viagens. Para isso ele é excelente.

Resumo da ópera

O Peugeot 208 é um carrinho muito bonito, confortável, bem equipado, econômico e esperto. É ótimo dirigi-lo. Nas arrancadas de semáforo, o torque em baixa ajuda alcançar rapidamente a velocidade da via. A quantidade de equipamentos de série contribui para o conforto interno. A qualidade do som é boa. A estabilidade eu julgo compatível, uma vez que a carroceria não inclina demasiadamente em curvas acentuadas. Ele traz de série air bags,  vidros elétricos nas quatro portas, retrovisores externos elétricos, rodas de liga leve, faróis e lanternas de neblina, central multimídia, computador de bordo, ABS; e na unidade avaliada ainda trazia repetidores de setas nos retrovisores e o charmoso teto panorâmico, dentre outros itens. Para saber tudo que esse modelo oferece de série e opcional visite o site da Peugeot.

Ou seja, dentre os carros compactos oferecidos hoje no mercado, o Peugeot 208 é sim uma ótima opção. Só não se esqueça de cotar o seguro e ver se ele vale a pena para o seu perfil de consumidor. No mais é um ótimo carro. E se você tem interesse neste carro, veja se a concessionária Peugeot da sua cidade oferece essa modalidade de empréstimo por um fim de semana e conheça melhor o carro. Te garanto que você, assim como eu, ficará seduzido pelo modelo.

Anúncios

Sobre lcnoliveira

Um motorista comum mas muito interessado no universo automotivo.
Imagem | Esse post foi publicado em automóveis, automóveis, Peugeot e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s