Citroen C3

Ao fundo, as obras do futuro Estádio Nacional de Brasília, estádio Mané Garrincha.

O avaliado de hoje é esse simpático carrinho da Citroën, o C3. Todo arrendondado, suas formas chegam a me lembrar do antigo VW Fusca.

A versão que eu avaliei é a GLX 1.4 8V, ano 2012. Atualmente está com pouco mais de 13 mil quilômetros rodados, portanto, bem novo ainda e sem muitos barulhos internos.

 No site da Citroën, esse modelo está avaliado em R$ 35.570,00. Esta unidade  está

teclas de acionamento dos vidros dianteiros: local inapropriado. Deveriam estar localizados nas portas, como em qualquer outro carro.

equipada com vidro elétrico nas 4 portas, travas elétricas, retrovisores externos com comando elétrico, ar-condicionado e direção hidráulica.  Aqui eu faço a primeira crítica ao modelo: os vidros elétricos não são do tipo um-toque, nem  o do motorista. Para todos é necessário segurar o botão. Além do mais, a Citroën escolheu um péssimo local para instalar esses botões: no console, sendo que os botões para acionamento dos vidros traseiros estão localizados atras da alavanca de freio de mão. Não sei aonde os franceses estavam com a cabeça quando resolveram instalar ali esses comandos.

Por 35 mil reais, o acabamento do C3 é terrível. À exceção dos bancos em couro, que são muito confortáveis por sinal, não há um só pedaço do painel ou forração das portas que não seja de um plástico preto e duro. As fábricas bem que poderiam colocar um material melhor.  No caso do C3, a Citroën tenta dar uma amenizada colocando as maçanetas das portas em material cromado, o que ajuda certamente a localizá-los durante a noite. Os puxadores das portas são pintados de prata fosco. Mais uma infelicidade da montadora. Esse material  desgasta-se  com facilidade. Ainda mais se for utilizado por mulheres, que costumam usar anéis, os puxadores ficarão todo arranhado, como o dessa unidade avaliada.

puxadores das portas são de material frágil e arranham com facilidade.

Ao menos os encaixes estão bons. Porque tem alguns carros que eu vi por esses dias que dava até medo. O carro novinho e as peças todas mal encaixadas.  Pelo menos nesse C3 tudo está encaixado. Não sei daqui a alguns anos, depois de passar seus longos dias sob o sol, já que aqui em Brasilia nem todos os edifícios possuem garagem, obrigando os proprietários a deixarem seus carros estacionados na rua dia e noite.

Ergonomia não é a palavra de ordem no C3. Assim que eu entrei no carro, com a chave na mão a primeira dificuldade foi achar o jeito certo de inseri-la no contato. Em alguns carros esse movimento inicial parece ser mais intuitivo, sei lá! O C3 não! Depois tem os comandos dos vidros: lá no console, longe das mãos.

comandos dos vidros traseiros: péssima localização.

Para acioná-los é preciso desviar um pouco a atenção do trânsito e ainda deslocar o corpo pra frente. Se quiser abrir ou fechar os vidros traseiros é outro problema, pois temos de “caçar” os comandos, que ficam atras do freio de estacionamento, como já mencionado anteriormente.

Outra curiosidade do modelo é o ajuste de altura do banco do motorista. Diferente dos carros que eu já avaliei, que usavam uma alavanca: movimentando-a para cima o banco subia, e para descer o banco era só “bombeá-la” para baixo, como no Fiesta, Bravo, Ecosport e no Civic 2010. No C3 o sistema funciona na base do peso aplicado. Puxa-se a alavanca para cima, liberando o sistema, e para elevar o assento alivia-se a pressão no banco, e para baixá-lo, joga-se o peso contra o banco! Como o carro foi-me entregue sem o manual, levei alguns minutos para entender o funcionamento do sistema.

Detalhe do repetidor lateral das luzes de direção.

Outra coisa que parece inútil no carro também, é um botão de alerta de velocidade. Ao meu ver, inútil, porque para configurá-lo tem-se que levar o carro até a velocidade desejada. Apertei o botão esperando que alguma coisa no painel acendesse, ou mudasse de indicação, mas nada aconteceu. Então descobri na prática: com o carro em movimento aperta-se e segura; o sistema emite um “bip”; a partir de então toda vez que o carro atingir aquela velocidade ele vai te dar um aviso. Os Fiat’s também têm um sistema de alerta parecido. Só que no Fiat, diferentemente do C3, você configura a velocidade de alerta com o carro parado.

O C3, como o Civic, também possui um alarmezinho sonoro que te avisa se a chave estiver no contato e a porta estiver aberta.

Nem tudo no C3 é ruim. Eu gostei muito da posição de dirigir. Ele é confortável, tem boa visibilidade a frente e para os lados. Passado o sofrimento inicial de regulagem da altura do assento, não é difícil encontrar uma boa posição. A coluna de direção tem ajuste em altura

Painel de instrumentos: velocímetro digital e o pequeno conta-giros. Indicadores do nível de combustível e da temperatura do motor por barras iluminadas.

e profundidade. O sistema utilizado para o ajuste do encosto também não é dos melhores. É igual do Civic: por alavanca; eu prefiro aquele sistema giratório. Uma coisa que notei no C3, que me deu uma sensação a mais de conforto, foi o apoio lateral para o pé esquerdo. Está muito bem localizado e numa ótima inclinação. É quase um movimento natural: tira-se o pé da embreagem e o apoio já está logo ali! O Ecosport, por exemplo, não tem isso.

 

No detalhe, controle elétrico dos retrovisores externos.

O painel de instrumentos do C3 é bem simples. Velocímetro digital, o conta-giros analógico – cujos tamanho e formato não  são muito práticos para leitura, indicadores de temperatura do motor e do nível de combustível são por barras iluminadas no painel, além das luzes espia normais de qualquer carro. Eu não sei se pela posição do conta-giros ou pelo seu tamanho, ou ainda pela cor da iluminação de fundo utilizada, mas eu percebi que dependendo da posição de incidência do sol no para-brisa o reflexo causado praticamente inutiliza o painel de instrumentos, dificultando muito a leitura tanto do velocímetro, quanto do conta-giros.
Mas uma coisa boa: o C3 vem equipado com computador de bordo. Suas funções são consumo instantâneo, consumo médio, autonomia, velocidade média; além dos hodômetros total e parcial há também um alerta da próxima revisão. O C3 é nacional, mas parece que a Citroën não se tocou de algumas coisas, como por exemplo, o fato de nós, brasileiros, adotarmos o padrão Km/l para medir o consumo, e não litros/100 km.  A foto logo acima foi tirada imediatamente após o mini teste rodoviário. Reparem a indicação: 6.1 l/100km. Isso representa 16.39 km/litro. Econômico? Sem dúvida! Para esclarecer como consegui esse numero excelente, o mini teste rodoviário foi realizado com o carro vazio – apenas o motorista (eu), ar-condicionado ligado e velocidade de cruzeiro em torno de 110 km/h. A estrada é relativamente plana com alguns poucos aclives. O trajeto realizado foi de pouco mais de 80 km entre ida e volta.  Saí do Setor Terminal Norte, próximo ao  Shopping Boulevard (final da Asa Norte) em Brasilia, peguei a Via EPIA (DF 003) rumo à saída norte e segui no sentido Planaltina;

Linhas o pára-brisa são bem arredondadas.

a aproximadamente 1/3 do caminho para Formosa-GO retornei, mantendo a mesma média de velocidade.

Eu gostei do comportamento do C3 em estrada. Em quinta marcha e a 110 km/h o conta-giros está por volta de 3 mil, 3.500 giros; é relativamente silencioso e não notei nenhum ruído aerodinâmico que pudesse incomodar em viagens mais longas. Apesar do C3 ser altinho, ele não chega a assustar em curvas. Ele é firme e a carroceria inclina menos que a de Palio e Ecosport, por exemplo.

Mas o motor, mesmo sendo 1.4 e tendo 80 cv de potência e 12.6 kgf.m de torque não empolga na estrada. Nesse teste, mesmo com o carro vazio, houve situações que eu tive de reduzir para terceira marcha de modo a não perder tanta velocidade. E a retomada dele é lenta. Portanto, você que vier a comprar um C3 1.4, quando estiver em estrada e precisar ultrapassar, não exite em usar a terceira, visto que as vezes a quarta pode não ser suficientemente forte para realizar a ultrapassagem, ainda mais se você estiver com o carro carregado.

Já na cidade, o desempenho do C3 agrada. É ágil em arrancadas mas sem ser nada violento, afinal são só 80 cavalos. Em uma condução normal e suave o câmbio é excelente. Não é justinho como dos VW, mas também não é “bobo” como da linha Palio. Os engates são suaves, a embreagem macia; pode-se trocar de marcha usando-se dois dedos apenas. Só o engate da quinta marcha exige um movimento maior do braço. O engate da ré é fácil também; não tem anel trava. É deslocar para direita e puxá-la para trás. Resumindo: o C3 é muito gostosinho de dirigir.

E pela posição elevada que o C3 proporciona ao dirigir, ficou claro para mim, o motivo pelo qual eu vejo muitas mulheres dirigindo esse modelo.

Uma coisa que notei foi que o ar-condicionado não me parece ser tão eficiente. Não sei se culpa do amplo pára-brisa, que favorece a entrada excessiva de calor, ou os difusores ou ainda o compressor que pode estar mal dimensionado. O fato é que, uma vez ligado o ar, leva um certo tempo para começar a sentir os efeitos. A vazão de ar parece não ser boa o suficiente.

Segundo meu consultor mecânico Sales, proprietário da Mecânica Sales, o que ele tem observado com mais frequência é o desgaste prematuro do coxim do amortecedor dianteiro, responsável por barulhos vindos da suspensão dianteira, “ Já peguei carro até 20,000 km com este defeito!” Ele ainda cita  que  um dos principais problemas desse modelo é o  preço elevado das peças originais e de difícil aquisição.  Fora isso, é um excelente carro: econômico,  confortável para a proposta, ágil na cidade, mas apenas razoável na estrada!

É uma pena ser tão caro! Convenhamos, R$ 35.500,00 por um carro como o C3 – isso representa ao câmbio de hoje (30/10/2012 – dólar comercial R$ 2,031) US$ 17.479,00 – é muito dinheiro; e olha que essa versão não vem nem com air-bags nem ABS. Na minha modesta opinião, não vale esse dinheiro todo!  Se você tiver a intenção  de trocar de carro e dispuser de 35 mil Reais considere a possibilidade de pegar um semi-novo. Com esse dinheiro você consegue comprar carro de categoria superior, melhor equipado e mais seguro, como por exemplo o Peugeot 307, ou mesmo um C3 1.6 Exclusive. Faz uma busca no site Webmotors e boa compra! De qualquer forma, o C3 é uma boa opção de compra!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios

Sobre lcnoliveira

Um motorista comum mas muito interessado no universo automotivo.
Esse post foi publicado em automóveis e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

20 respostas para Citroen C3

  1. Alex Coutinho disse:

    Caro luciano, gostaria de saber se tem como desabilitar esse bipe de velocidade! Pois minha esposa o configurou sem querer p 48 km/h e nao sabe retirar! Haja apito na cabeça! Obrigado

  2. Alex Coutinho disse:

    Caro luciano, gostaria de saber se tem como desabilitar esse bipe de velocidade! Pois minha esposa o configurou sem querer p 48 km/h e nao sabe retirar! Haja apito na cabeça! Obrigado!

  3. Sonia Machado disse:

    Luciano, bom dia! A letra A no painel significa o que? Porque a minha apareceu do nada sem que eu configurasse algo no painel.

  4. Camila disse:

    Oi bom dia meu C3 2011/2012 1.4 manual parou de marcar velocidade o velocímetro fica zerado o tempo todo, ja troquei o sensor de velocidade e nada resolveu, levei na elétrica e o rapaz falou q ta td ok. Você tem alguma noção do que possa ser?
    Obrigado

  5. jozza disse:

    boa noite, a luz de temperatura sobe do nada e quando liga o ar volta pra trez, o pode ser isso?

  6. Fabiana disse:

    Alguém sabe como encaixar o console da marcha pois desengatou e não consigo encaixar novamente.

  7. marli disse:

    tenho um citroem c3 exclusive e a porta derrepente nao fecha mais com a chave não tenho chave com alarme

  8. Dito Junior disse:

    Boa noite, acabei de comprar um C3 2011 1.4 8 V, vamos ver no que dá

  9. Marinaldo Fernandes Dionisio disse:

    Parabéns pelas informações foram muito úteis. Gostaria de saber se possui informação sobre a altura da suspensão dianteira, pois adquiri um para minha esposa usado e notei que a frente está um pouco baixa e trepidando quando passa por ruas esburacadas. Obrigado

  10. vinicius disse:

    Ola!!!
    onde posso encontrar os botões do lado direito do rádio os que trava as portas e os vidros de trás ( conforme o uso sumiu os desenhos)
    agradecido
    se puder responder no e-mail barbero.vinicius@gmail.com , agradeço

  11. Fabio disse:

    Caros amigos..estou com Citroen C3 2008/ 2008… quando engato a marcha é-Rè . o limpador traseiro liga alguém sabe a solução…

  12. fabio disse:

    Olá..

    adquiri um citroen C3 2008 recentemente..a chave não tem controle é apenas a chave comun.. isto é normal o C3 2008 não tem alarme na chave? ou o que pode ter acontecido…

  13. Cristina Nunes disse:

    Ótimas dicas, há um ano comprei um C 3 ano 2008 exclusive, e realmente apareceram ruídos no amortecedor tive que trocar os coxins e as bieletas, quem levar crianças ter cuidado com os comandos dos vidros que fica posicionado em lugar inadequado para o motorista manusear, é carro muito baixo se estiver com passageiros pega em algumas lombadas. fora isso estou satisfeita e um carrinho muito confortável completinho, com direção vidros e travas elétricas, airbag e ar condicionado.

    • Carlinhos-js disse:

      Quanto A isso É Simples…É Só Vc Acionar O Travamento Das Portas e Vidros Traseiros No Painel..Naum Tem Cristo Que Abra Pelo Lado De Dentro..

  14. Sueli Paula Costa disse:

    Tenho um C3 2010, não sei como foi mas recebeu uma pancada no retrovisor esterno e este se desprendeu da base, não vejo sinal de quebrado mas não consigo encaixar de volta, alguém pode me ajudar?

  15. Francisco Carlos disse:

    Pessoal, tenho um C3 2008, os vidros ficam fechando e abrindo sem parar, levei em um eletricista e ele não solucionou o problema. Alguem sabe como resolver?

  16. Daniele disse:

    O q significa a letra A no painel ?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s